Quais os tipos de lance do Google Ads?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Quais os tipos de lance do Google Ads?

O número de opções de lance disponíveis parece continuar crescendo e entender como cada uma funciona pode parecer confuso. 

Ao mesmo tempo, é importante manter-se atualizado sobre a plataforma de anúncios em constante evolução do Google para que você possa maximizar o desempenho de anúncios de sua campanha.

Quer entender melhor sobre os tipos de lance do Google Ads? Acompanhe a leitura a seguir e saiba mais sobre o assunto!

O que são lances automáticos do Google Ads?

Os lances automáticos são uma estratégia de lances do Google Ads projetada para maximizar os resultados com base nas metas definidas da sua campanha. Com os lances automáticos, o Google define automaticamente os valores dos lances com base na probabilidade de seu anúncio resultar em um clique ou conversão. Para fazer isso, eles analisam dados como o dispositivo de um usuário, sistema operacional, a hora do dia em que estão pesquisando, dados demográficos e localização.

Todas as estratégias de lances automáticos do Google são estratégias de lances de portfólio (uma estratégia de lances automatizada e baseada em metas que agrupa várias campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave). Isso significa que os anunciantes podem aplicar a estratégia escolhida em todas as suas campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave. Algumas estão disponíveis como estratégias padrão (uma estratégia de anúncio que pode ser usada em campanhas individuais).

O lance automatizado visa resolver duas preocupações que os anunciantes costumam enfrentar em suas campanhas:

  1. Se seus lances são altos o suficiente para competir por compradores qualificados.
  2. Se seus lances são ou não muito altos e possivelmente sendo exibidos para pessoas que não têm interesse em fazer uma compra.

Ao automatizar os lances, não há necessidade de atualizar os lances para palavras-chave ou grupos de anúncios manualmente. Os lances são definidos automaticamente e são exclusivos para cada leilão, ou seja, o lance será diferente para cada leilão.

As estratégias de lances automatizados analisam dados anteriores e aprendem com o tempo, usando o desempenho para informar os lances futuros. Esse desempenho é outra indicação do movimento do Google em direção ao aprendizado de máquina, que também é usado por suas campanhas universais para apps.

Embora o aprendizado de máquina ajude a automatizar o processo de licitação, o sistema tem suas desvantagens.

Por exemplo, este método de lance não pode considerar coisas como eventos recentes, cobertura da mídia, clima ou vendas rápidas. É aqui que uma abordagem manual para definir lances pode ser necessária.

Por fim, os lances automáticos estão disponíveis para anúncios da Rede de Pesquisa e Display, dependendo da estratégia de lance que você está usando.

O que são lances inteligentes?

É um termo associado aos lances automáticos e alguns podem confundir os dois como sendo a mesma coisa. No entanto, lances inteligentes são simplesmente uma categoria de lance que inclui apenas estratégias baseadas em conversão.

O método utiliza o aprendizado de máquina para maximizar os resultados de conversão, rastreando e analisando os sinais de dados de cada pesquisa e clique. Usando esses dados, o Google aumentará ou diminuirá os lances com base no fato de acreditar ou não que um clique resultará em uma conversão. Por exemplo, ele definirá um lance mais alto para um pesquisador com maior probabilidade de fazer uma compra.

Atualmente, existem quatro estratégias de lances inteligentes:

  1. CPC otimizado
  2. CPA alvo
  3. ROAS alvo
  4. Maximize as conversões

Requisitos e recomendações

Para usar lances inteligentes, você deve ativar o acompanhamento de conversões (a menos que esteja usando o CPC otimizado com campanhas da Rede de Display). 

Além disso, o Google recomenda que os anunciantes tenham pelo menos 30 conversões nos últimos 30 dias antes de usar o CPA desejado e pelo menos 50 conversões antes de usar o ROAS desejado.

Os 7 tipos de estratégias de lances automáticos

Existem sete estratégias de lances automáticos diferentes:

1 – Maximização de cliques

  • Objetivo: aumentar as visitas ao site
  • Disponível em: campanhas únicas ou em várias campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave
  • Descrição: a estratégia de maximizar cliques visa aumentar o número de visitantes do seu site. A estratégia define lances automaticamente para ajudar você a maximizar os cliques dentro do orçamento definido. A estratégia está disponível como uma estratégia padrão em uma única campanha ou uma estratégia de lances de portfólio em várias campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave.
  • Mais usado quando: você tem um funil de conversão sólido e deseja enviar o máximo possível de visitantes ao seu site.

2 – Definição da localização da página de pesquisa

  • Objetivo: aumentar a visibilidade na primeira página de uma página de resultados de pesquisa do Google ou mostrar em uma das primeiras posições
  • Disponível em: Campanhas
  • Descrição: Definir posição na página de pesquisa define lances automaticamente para ajudar a aumentar a chance de seus anúncios aparecerem na primeira página de uma pesquisa do Google ou em uma das primeiras posições de anúncio. Ele está disponível apenas como uma estratégia de lances de portfólio na Rede de Pesquisa.
  • Mais usado quando: você deseja se classificar como uma das primeiras posições em uma pesquisa do Google.

3 – Parcela de superação desejada

  • Objetivo: aumentar a visibilidade em outros sites
  • Disponível em: Campanhas
  • Descrição: com a parcela de superação desejada, você pode escolher o domínio de outro anunciante que deseja superar na posição do anúncio e com que frequência deseja superá-lo. O Google então definirá automaticamente seus lances de pesquisa para ajudar a atingir esse objetivo. A parcela de superação desejada está disponível apenas como uma estratégia de lance de portfólio.
  • Mais usado quando: você deseja superar um concorrente específico em seu setor.

4 – Custo por aquisição (CPA)

  • Meta: obter mais conversões com seu CPA desejado
  • Disponível em: Campanhas e grupos de anúncios
  • Descrição: o CPA desejado permite mais controle sobre seus lances automáticos. Com a estratégia, o Google define automaticamente os lances das Redes de Pesquisa ou Display para ajudar você a receber o máximo de conversões possível com o custo por aquisição desejado. Algumas conversões podem custar mais ou menos do que sua meta.
  • Mais usado quando: você estabeleceu um CPA que sabe que pode gastar para adquirir um cliente e manter o lucro.

5 – Custo por clique (CPC)

  • Meta: aumentar as conversões mantendo o controle de seus lances de palavra-chave
  • Disponível em: Campanhas, grupos de anúncios, palavras-chave
  • Descrição: com o CPC, o Google ajusta automaticamente seus lances manuais para ajudar você a gerar mais conversões enquanto tenta atingir o mesmo custo por conversão. O método está disponível como um recurso opcional ao usar o lance de CPC manual ou como uma estratégia de lance de portfólio.
  • Mais usado quando: você está usando uma estratégia de lance manual, mas ainda deseja aproveitar as vantagens dos lances automáticos.

6 – Retorno do investimento em publicidade (ROAS) desejado

  • Meta: atingir uma meta de retorno do investimento em publicidade (ROAS) ao avaliar cada conversão de maneira diferente
  • Disponível em: Campanhas, grupos de anúncios, palavras-chave
  • Descrição: o ROAS desejado define automaticamente seus lances para ajudá-lo a receber o máximo de valor de conversão possível com o ROAS definido (o valor médio que você recebe por cada dólar gasto em anúncios). Algumas conversões possuem um retorno maior ou menor com relação a sua meta. O ROAS almejado está disponível como um método de lances de portfólio e uma estratégia padrão para campanhas individuais.
  • Mais usado quando: você deseja concentrar esforços em gerar o maior valor de conversões em vez de tentar receber o maior número de conversões.

7 – Maximização de conversões

  • Meta: receber mais conversões enquanto gasta seu orçamento
  • Disponível em: Campanhas
  • Descrição: essa estratégia define lances automaticamente para ajudar você a receber o máximo de conversões para suas campanhas, gastando todo o seu orçamento. Com essa técnica, o Google otimiza para um maior volume de conversões. A maximização de conversões está disponível como uma técnica padrão para campanhas individuais, mas não como uma estratégia de lances de portfólio.
  • Mais usado quando: você tem um orçamento grande e deseja automatizar seus anúncios para gerar mais conversões.

Benefícios e desvantagens dos lances automáticos

Antes de implementar qualquer estratégia de lances automáticos, você deve pesar os benefícios e as desvantagens da mesma forma:

Benefícios

  • Como os lances são definidos automaticamente, você economiza tempo, pois não precisa definir manualmente os valores dos lances para grupos de anúncios ou palavras-chave individuais.
  • Os lances automáticos usam aprendizado de máquina para avaliar o desempenho ao longo do tempo e otimizar para sua meta específica. Assim, em teoria, você deve ver mais conversões ou cliques em seus anúncios com base em sua meta definida.

Desvantagens

  • Como o Google fará otimizações no local, os anunciantes devem esperar mudanças drásticas de tempos em tempos (por exemplo, um lance muito maior do que o esperado). Por isso, os lances automáticos são mais adequados para empresas com um orçamento de publicidade flexível e / ou grande.
  • Os lances automáticos do Google requerem dados históricos para otimizar sua meta definida e prever lances futuros. Portanto, para empresas que estão começando a usar o Google Ads, os lances automáticos podem não ser a melhor estratégia.
  • Embora os lances em sejam automatizados, você ainda precisa monitorar suas campanhas para avaliar se a estratégia de lances está atingindo sua meta desejada.

Os lances automáticos do Google apresentam uma oportunidade fantástica de economizar o tempo gasto na definição manual de lances e, ao mesmo tempo, otimizar para mais conversões, cliques ou qualquer que seja sua meta desejada. 

Porém, tem suas desvantagens. O lance automatizado não fornece o controle abrangente que o lance manual oferece, além disso, você deve ter dados históricos antes de começar a usar o método de qualquer maneira.

Gostou do conteúdo? Leia também 8 PASSOS PARA VOCÊ CRIAR UMA CAMPANHA DE MÍDIA SOCIAL QUE DÊ RESULTADO

Gostou do conteúdo? Comente abaixo para eu saber sua opinião!

Talvez Você Goste Também Dessas Matérias...

Murilo Parrillo

DIRETOR DA AGÊNCIA NOVO FOCO, GOOGLE E FACEBOOK PARTNER, FUNDADOR DO PORTAL MARKETING DIGITAL BRASIL

Siga Minha Fanpage

Aprenda a Criar uma Campanha no Google do Zero Passo a Passo 👇🏻

Conheça Meus Cursos de Marketing Digital

Cadastre-se Para Receber Notificações Sobre os Novos Posts

MURILO PARRILLO RODRIGUES ME | CNPJ: 23.191.829/0001-14 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020